Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘NATOO’ Category

foto www.gastronomiaycia.comAs comidas fermentadas são produtoras de enzimas, que auxiliam na absorção dos nutrientes e na capacidade digestiva.

O nutricionista alemão Dr. Kuhl estabeleceu que o ácido lático natural e as enzimas fermentadas produzidas durante o processo de fermentação têm um efeito benéfico no metabolismo e um efeito curativo nas doenças.

São muito úteis para a recuperação após períodos de convalescença, e para o bom funcionamento dos intestinos.

BOM PARA CONSUMO:

MISSÔ

NATOO

TEMPEH

SHOYU

KEFIR

REJUVELAC (Grãos fermentados)

KOMBUCHA

VINAGRE DE MAÇÃ

VINHO

SAQUÊ (O “VINHO DE ARROZ”)

AMAZAKE (ARROZ FERMENTADO)

CHUCRUTE

VEGEKRAUT (LEGUMES FERMENTADOS)


FAÇA SEU PRÓPRIO IOGUITE COM LACTOBACILOS VIVOS OU OUTROS PROBIÓTICOS 

Anúncios

Read Full Post »

NATOO

A origem real do itohikinatto (grãos de soja cozidos e fermentados) é um mistério.

Diz a lenda que o príncipe Shôtoku (que viveu no período de 574 à 622) – responsável pelo crescimento do budismo no território japonês e autor da primeira constituição do arquipélago –, numa de suas viagens, alimentou seu cavalo com soja cozida, guardou o restante num recipiente feito de palha e pendurou-o numa árvore.

Dias depois, alguns aldeões encontraram o recipiente e, ao abri-lo, descobriram que a soja estava coberta de uma película esbranquiçada. Quando a provaram, constataram que era saborosa. Desde então, os habitantes desta região começaram a produzir esse alimento em grande quantidade.

Na Era Yayoi (200 a.C. / 200 d.C.), com o início da produção de arroz, o Japão possuía um ambiente propício para que o Natoo se popularizasse. As casas possuíam assoalho forrado de palha de arroz e, se ali fosse espalhado um pouco de soja cozida, a alta temperatura e a grande umidade se encarregavam de iniciar o processo de fermentação dos grãos.

Nos últimos tempos, as propriedades medicinais dessa soja fermentada estão sendo reconhecidas, além de suas propriedades nutricionais.

É rico em vitaminas, enzimas e aminoácidos essenciais, e possui um extrato de nome Nattokinasa que segundo estudos científicos é um potente agente capaz de dissolver coágulos de sangue, e ácido linoléico, substância que desintegra o colesterol.

Outros benefícios do Natoo:
• Prevenção do enfarte do miocárdio, do derrame cerebral, da esclerose, da osteoporose e do câncer.
• Fortalecimento do sistema imunológico.
•Aceleração do processo digestivo e regulação do funcionamento do intestino.
• Auxiliar nos tratamentos da menopausa

Como fazer natoo caseiro

Ingredientes:
500 gramas de soja

Modo de fazer:
Deixe a soja de molho por uma noite inteira. Coloque na panela de pressão e leve ao fogo para cozinhar. Após iniciar a fervura, abaixe o fogo por 25 minutos. Desligue o fogo e deixe até acabar a pressão interna da panela.

Transfira para outra panela a soja juntamente com a água, cozinhando até secar. Retire do fogo e deixe amornar. Quando ficar morno, acrescente 4 colheres de sopa de natoo adquirido no mercado.
Misture bem.

Em seguida embrulhe bem o recipiente com um pano apropriado. Deixe curtir em um local escuro e sem ventilação (pode ser dentro de um armário fechado) até alcançar o ponto para consumo.

Neste período que pode levar de 2 a 3 dias, o natoo comprado e misturado vai produzir na soja cozida a fermentação necessária.

Dica
Para elaborar o Natoo, selecionam-se primeiro os grãos de soja mais pequenos e de cor branca ou amarela. Cozem-se a vapor e deixa-se arrefecer até estarem à temperatura de 45º C, depois adicionam-se as bactérias Bacillus natoo (não é muito fácil encontrar nas lojas especializadas), que vão fermentar os grãos. O mais simples é adicionar um pouco do natoo pronto e adquirido no mercado.
Para os apreciadores um bom apetite e um cordial abraço.

Fonte:  Cozinhando e Conversando com Maurício B

Foto do Natto do blog:

Meu japão

Read Full Post »