Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘tratamentos naturais’ Category

21 maneiras de tratar as assaduras do bebê

Dificil não sofrer quando elas aparecem, pois sofre o bebê e toda a familia.

As lesões na pele causadas pelas assaduras podem ulcerar ou inflamar, ocasionando em infecções, geralmente tratadas com antibióticos ou anti-inflamatórios prescritos pelo médico.

Assaduras podem ocorrer por contato com substâncias quimicas, ou mesmo enzimas presentes nas fezes e urina, fraldas, sabonete perfumado, sabão em pó, talco, etc.

O contato prolongado com resíduos de fezes e urina, e o calor da área coberta com fraldas, liberam amônia produzida pelo organismo, queimando a pele.

Assaduras provocadas por fungos parecem micose, sendo mais ressecadas. Comumente, é conhecida entre as mulheres mais velhas como candidíase.

Pode ser reconhecida pela maneira como a pele se apresenta, de um vermelho vibrante, liberando água corporal. É lisa, brilhante e muito dolorida.

O excesso de antibióticos e outros medicamentos acentuam o problema, mas não são agentes causadores diretos.

Ao exterminarem bactérias nocivas, atingem também as colônias benéficas presentes no organismo humano, favorecendo o crescimento dos micro-organismos prejudiciais.

Algumas sugestões:

1) Troque a fralda em tempos menores (2 horas, no máximo), mesmo que estejam secas, evitando a proliferação de micro-organismos devido ao calor da região afetada;

2) Deixe a fralda aberta o máximo de tempo possível, para que a cicatrização seja mais eficaz. Monitore para evitar picadas de insetos;

3)  Evite lenços umedecidos, perfumados ou não, e papel higiênico. Irritam a pele e promovem o crescimento de bactérias;

4) Se possível, opte por fraldas de pano até desaparecer o problema, que permitem que a pele “respire”.

5) Lave a região afetada em todas as trocas de fraldas.

6) Na impossibilidade de lavagem, limpe com algodão embebido em água e sabonete neutro, até que a assadura diminua.  Enxague bem e aplique pomada;

babycry_mnncom7) Banho de imersão em água morna é curativo e eficaz. Misture a água com chá de camomila, calêndula ou melissa, que são calmantes;

8) Alho e orégano podem ser utilizados em casos de infecções, de maneira simples. Faça um chá forte, e enxague o local;

9) Utilize bicarbonato de sódio no enxague, diluindo uma colher para cada 3 litros de água, ao lavar o local afetado;

10) Lave a região com água de arroz.  Coloque 1 xicara de arroz para cozinhar em 1/2 litro de água. Deixe ferver. Espere esfriar. O cozimento libera o amido, e também previne contra possiveis contaminações;

11) Faça banho de assento com água de aveia, água com bicarbonato (2 colheres de sopa para cada litro) ou água de arroz, para aliviar as dores e cicatrização mais eficaz;

12) Utilize pomada de calêndula, que é cicatrizante e ainda elimina a dor.

13) Ao limpar os resíduos de pomada das genitais, use óleo de amêndoas ou girassol (puro), que são antioxidantes, cicatrizantes e hidratantes;

Não coloque os dedos na pomada. Utilize sempre um cotonete. De qualquer maneira, lave muito bem as mãos e, se preciso, passe álcool gel;

14) Evite o uso prolongado de medicamentos industrializados, especialmente em meninas, pois afetam a flora bacteriana local. Com o tempo surgem irritações e inflamações vaginais.

15) Se houver episódios de diarreia, após o uso do banheiro ou algum recipiente destinado ao mesmo fim, lave tudo com produtos antibacterianos, destinados á limpeza da casa;

16) Desinfete o local do banho (banheira e box do banheiro), com bicarbonato de sódio ou hipoclorito (água sanitária)

17) Troque as roupas pessoais e as de cama com frequência. Lave utilizando algum tipo de germicida. Não misture com peças de outras pessoas;

18) Lave fraldas de pano, calcinhas e cuequinhas com sabão neutro. Se necessário, enxague com bicarbonato de sódio.

Não utilize sabão em pó, produtos perfumados como amaciantes ou sabões liquidos, e água sanitária na lavagem das roupas;

19) Não forneça alimentos que aumentam a acidez do organismo como leite de vaca integral, queijos, chocolate ao leite, café, chá mate, bebidas gaseificadas, açúcar, farinhas refinadas e produtos que possuem xarope de milho, ácido cítrico ou outros acidulantes;

20) Forneça diariamente alimentos ricos em pró-vitamina A,  para auxiliar na cicatrização dos tecidos. Aproveite as espécies ‘amarelas’: cenoura, abóbora, manga, etc.

21) Ofereça alimentos ricos em Zinco, que protege o organismo com sua ação antioxidante e aumento da imunidade. Principais fontes: arroz integral, aveia, feijão, grão de bico, ervilhas, etc.

Atençao!

Não utilize qualquer medicamento sem consultar o pediatra, mesmo que pomadas contra assaduras.

FONTE:

Guia de Alimentação Infantil – Com dicas de cuidados para crianças especiais. 2003. Nana Guimarães.

MAIS DICAS: Assaduras do bebê : Como tratar
> Dicas para tratamento de assaduras, retiradas do livro Guia médico para a saúde infantil – Janet Zand, Rachel Walton e Dr. Bob Rountree – Ed. Campus, 1997.

Read Full Post »