Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘tratamentos naturais’ Category

21 maneiras de tratar as assaduras do bebê

Dificil não sofrer quando elas aparecem, pois sofre o bebê e toda a familia.

As lesões na pele causadas pelas assaduras podem ulcerar ou inflamar, ocasionando em infecções, geralmente tratadas com antibióticos ou anti-inflamatórios prescritos pelo médico.

Assaduras podem ocorrer por contato com substâncias quimicas, ou mesmo enzimas presentes nas fezes e urina, fraldas, sabonete perfumado, sabão em pó, talco, etc.

O contato prolongado com resíduos de fezes e urina, e o calor da área coberta com fraldas, liberam amônia produzida pelo organismo, queimando a pele.

Assaduras provocadas por fungos parecem micose, sendo mais ressecadas. Comumente, é conhecida entre as mulheres mais velhas como candidíase.

Pode ser reconhecida pela maneira como a pele se apresenta, de um vermelho vibrante, liberando água corporal. É lisa, brilhante e muito dolorida.

O excesso de antibióticos e outros medicamentos acentuam o problema, mas não são agentes causadores diretos.

Ao exterminarem bactérias nocivas, atingem também as colônias benéficas presentes no organismo humano, favorecendo o crescimento dos micro-organismos prejudiciais.

Algumas sugestões:

1) Troque a fralda em tempos menores (2 horas, no máximo), mesmo que estejam secas, evitando a proliferação de micro-organismos devido ao calor da região afetada;

2) Deixe a fralda aberta o máximo de tempo possível, para que a cicatrização seja mais eficaz. Monitore para evitar picadas de insetos;

3)  Evite lenços umedecidos, perfumados ou não, e papel higiênico. Irritam a pele e promovem o crescimento de bactérias;

4) Se possível, opte por fraldas de pano até desaparecer o problema, que permitem que a pele “respire”.

5) Lave a região afetada em todas as trocas de fraldas.

6) Na impossibilidade de lavagem, limpe com algodão embebido em água e sabonete neutro, até que a assadura diminua.  Enxague bem e aplique pomada;

babycry_mnncom7) Banho de imersão em água morna é curativo e eficaz. Misture a água com chá de camomila, calêndula ou melissa, que são calmantes;

8) Alho e orégano podem ser utilizados em casos de infecções, de maneira simples. Faça um chá forte, e enxague o local;

9) Utilize bicarbonato de sódio no enxague, diluindo uma colher para cada 3 litros de água, ao lavar o local afetado;

10) Lave a região com água de arroz.  Coloque 1 xicara de arroz para cozinhar em 1/2 litro de água. Deixe ferver. Espere esfriar. O cozimento libera o amido, e também previne contra possiveis contaminações;

11) Faça banho de assento com água de aveia, água com bicarbonato (2 colheres de sopa para cada litro) ou água de arroz, para aliviar as dores e cicatrização mais eficaz;

12) Utilize pomada de calêndula, que é cicatrizante e ainda elimina a dor.

13) Ao limpar os resíduos de pomada das genitais, use óleo de amêndoas ou girassol (puro), que são antioxidantes, cicatrizantes e hidratantes;

Não coloque os dedos na pomada. Utilize sempre um cotonete. De qualquer maneira, lave muito bem as mãos e, se preciso, passe álcool gel;

14) Evite o uso prolongado de medicamentos industrializados, especialmente em meninas, pois afetam a flora bacteriana local. Com o tempo surgem irritações e inflamações vaginais.

15) Se houver episódios de diarreia, após o uso do banheiro ou algum recipiente destinado ao mesmo fim, lave tudo com produtos antibacterianos, destinados á limpeza da casa;

16) Desinfete o local do banho (banheira e box do banheiro), com bicarbonato de sódio ou hipoclorito (água sanitária)

17) Troque as roupas pessoais e as de cama com frequência. Lave utilizando algum tipo de germicida. Não misture com peças de outras pessoas;

18) Lave fraldas de pano, calcinhas e cuequinhas com sabão neutro. Se necessário, enxague com bicarbonato de sódio.

Não utilize sabão em pó, produtos perfumados como amaciantes ou sabões liquidos, e água sanitária na lavagem das roupas;

19) Não forneça alimentos que aumentam a acidez do organismo como leite de vaca integral, queijos, chocolate ao leite, café, chá mate, bebidas gaseificadas, açúcar, farinhas refinadas e produtos que possuem xarope de milho, ácido cítrico ou outros acidulantes;

20) Forneça diariamente alimentos ricos em pró-vitamina A,  para auxiliar na cicatrização dos tecidos. Aproveite as espécies ‘amarelas’: cenoura, abóbora, manga, etc.

21) Ofereça alimentos ricos em Zinco, que protege o organismo com sua ação antioxidante e aumento da imunidade. Principais fontes: arroz integral, aveia, feijão, grão de bico, ervilhas, etc.

Atençao!

Não utilize qualquer medicamento sem consultar o pediatra, mesmo que pomadas contra assaduras.

FONTE:

Guia de Alimentação Infantil – Com dicas de cuidados para crianças especiais. 2003. Nana Guimarães.

MAIS DICAS: Assaduras do bebê : Como tratar
> Dicas para tratamento de assaduras, retiradas do livro Guia médico para a saúde infantil – Janet Zand, Rachel Walton e Dr. Bob Rountree – Ed. Campus, 1997.

Anúncios

Read Full Post »

050712_0053_0170_jshsMeu bebê está gripado! Meu filho está com gripe!

Mas será que não é SINUSITE?

A sinusite é caracterizada por inflamação ou infecção dos seios da face ( vias respiratórias superiores).

Pode ser consequência de alergia a certos alimentos (como leite, soja…), fumaça de cigarro, mofo, odor de produtos de limpeza, perfumes, poluição, ar muito frio, ar condicionado do carro que leva poluentes ambientais para dentro do veículo, ar condicionado muito gelado…

Os seios da face são revestidos de membranas mucosas, que servem para aquecer, umedecer e filtrar o ar que entra pelas narinas e chega aos pulmões. São pares correspondentes de cavidades situadas no centro do crânio, atrás da parte superior do nariz, na testa (acima das sobrancelhas) e sob cada olho.

… ou Rinite?

Muito parecida com a Sinusite, também é inflamação crônica, porém, instala-se na mucosa nasal.

Possui várias causas, quase todas parecidas com as que acometem a sinusite: alergia a alimentos ou outra substãncia, ar poluído, poeira, mofo, ataque de vírus ou bactéria, fumaça e tudo o mais.

Que barulho é esse?

Colocando-se como personagem principal na ocorrência de doenças do aparelho respiratório, o muco, ou secreção, ou catarro, ou seja lá como for chamado é, na verdade, um agente do mal produzido por nosso próprio corpo, fazendo com que perca mais vitaminas e sais minerais do que deveria.

Cálcio e magnésio são seus alvos favoritos.

O que faz aumentar o catarro?

Se o organismo apresentar uma condição interna ácida, acaba por produzir ainda mais secreção.

Tudo o que vem do leite, ou contém o dito na fórmula, mais farinha branca (de trigo, utilizada na fabricação de pães e bolos), açúcar refinado, chocolate (rico em açúcar, gordura hidrogenada e leite), macarrão e amidos.

Já as frutas cítricas colaboram na medida em que auxiliam a liquefazer a secreção já existente, parada nos pulmões, entupindo os alvéolos.

Como a causa da dificuldade respiratória pode estar em uma alergia, evite alimentos prontos, em potinhos, que contêm acidulantes, sal ou açúcar como conservantes.

Procure incluir mais cenoura, mandioquinha e abóbora no cardápio. Ache outras formas de aumentar a vitamina A (betacaroteno), que reforça o organismo no combate a doença.

B6 e B12 são boas para quem tem asma por problemas alérgicos.

Ofereça alimentos ricos em Zinco, o que é relativamente fácil, pois há uma infinidade de alimentos ricos nele: cogumelo, batata, cebola, banana, abacate, lentilha, grão de bico, etc.Porém, deve-se cuidar com o excesso desse mineral, pois pode debilitar o sistema imunitário.

Deixe os suplementos vitamínicos de lado neste período, pois podem causar problemas estomacais devido ao açúcar e vitamina C da fórmula. Inclusive, estes produtos não possuem bioflavonóides, necessários para a absorção da vitamina pelo organismo.

Não coloque o bebê deitado antes de expelir o catarro. Eleve a cabeceira do berço ou da cama.

Criança pequena deve ficar deitada de lado, de preferência com o lado direito para cima. Se colocar catarro para fora, não tem risco de sufocar. Sentada com o corpo reto pode ter o muco que sai dos pulmões fazendo a trajetória de volta.

Não deite seu bebê após as mamadas, pois pode ocorrer refluxo do liquido para os ouvidos, causando otite.

Alho, cebola e gengibre devem ser utilizados para temperar as receitas, pois são todos mucocinéticos, ou seja, movimentam o muco tornando mais fácil sua retirada.

A substância que confere sabor ao alho, a alina, possui as mesmas características de uma droga conhecida como S-carboximetilcisteína, componente de um medicamento para retirar muco, vendido na Europa.A quercetina, encontrada na cebola, é um antiinflamatório potente contra a gripe, parecida com cromolyn, droga utilizada no combate a algumas alergias. Também é antibacteriana, auxiliando na asma causada por infecção bacteriana.Gengibre atua limpando a secreção, é antibacteriano, cura inflamação da garganta, destrói o vírus da gripe e é antidepressivo. Não causa qualquer mal ao aparelho digestivo, sendo indicado também em casos de náusea e enjôos constantes.

Nada de terrorismo. Para curar gripes ou bronquite ninguém precisa comer pedaços de alho ou cebola, que podem causar certa azia e gases nos menores. Utilize como tempero, um pouco de cada, em sopas e caldos apetitosos, saborosos e fortificantes.

A maçã é antibacteriana, anti-inflamatória e adstringente. Porém, pode dificultar a saída das fezes.  Tente abacate, brócolis, abóbora ou melancia.

Acrescente vitamina C através de folhinhas de coentro, salsinha, cebolinha ou manjericão, no tempero dos pratos. Coloque a erva picada após desligar o fogo e abafe.

O bom funcionamento dos intestinos é fundamental para a recuperação de todo doente. Houve épocas em que os supositórios eram receitados para os mais variados casos de convalescença. Prefira os alimentos que fazem o mesmo serviço.

Pomada de calêndula nos sinos da face e pescoço. A Calêndula alivia dores, é cicatrizante, alivia queimaduras, hematomas…

Vaporização com manjericão, alfazema ou lavanda são excelentes para o trato respiratório.

Para aliviar a tosse noturna, coloque uma cebola cortada ao meio, no quarto. Jogue fora pela manhã. Não coloque muito próxima á cama. O cheiro se espalha, não tem jeito…

Faça canja de legumes, colocando nabo, que é excelente para tratar as vias aéreas e inflamações.

Leia Mais
Explicando a sinusite em bebês e crianças

Fonte

Guia de Alimentação Infantil – com dicas de cuidados para crianças especiais – Nana Guimarães – 2003 (ISBN)


Read Full Post »