Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘geleia receita’ Category

Ter, tem, mas não é lá essas coisas

As propriedades benéficas da Beta vulgaris são inegáveis.

Possui boas doses de licopeno, carotenóides e flavonóides, que ajudam a defender o organismo, dão vitalidade e são antioxidantes.

Também possui muito açúcar (sacarose), fibras, vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E e potássio.

Entretanto, de ferro, mesmo, apenas 0,2 mg (cozida) e 0,3mg (crua), em 100g.

A beterraba americana, conforme a tabela (USDA), aparece com 1,34mg (em 170g).

Para anemia ferropriva

Quando a anemia aparece, todos pensamos apenas em como obter ferro.

Porém, precisamos considerar como o ferro ingerido vai ser aproveitado por todo o organismo. Ele precisa garantir transporte e distribuição.

Alguns nutrientes ajudam, outros atrapalham.

Parece simples assim, mas envolve uma organização complexa, que exige certa interação entre seus elementos.

↑Sobe ↑   Carnes, feijões, quinoa, alimentos ricos em vitamina C.

↓Desce↓    Leite, soja, alimentos integrais ricos em zinco, ricos em fibras, ovos, taninos (café, chá) e nitratos.

Se faltar, complica muito: Vitamina A (deficiência inibe a absorção de ferro)

A boa ingestão de ferro durante a gravidez define o futuro do bebê

As reservas de ferro formadas durante a gestação, juntamente com o mineral fornecido pelo leite materno, garantem níveis adequados até os 6 meses de vida.

Em estudo realizado pelo Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública (USP) em 2002, constatou-se que ” […]em relação ao tipo de leite, verifica-se que crianças que recebem leite materno possuem menor prevalência de anemia”.

E a beterraba com isso?

A beterraba está na lista dos alimentos ricos em nitratos.

Por isso, deve ser oferecida aos bebês menores de 1 ano com muita cautela.

Os nitratos tranformam-se em nitritos cancerígenos, com efeitos amenizados na ingestão de vegetais (devido a vitamina C). Amenizados…não totalmente afastados.

Suco de beterraba pode alterar a pressão sanguínea. Isso é interessante para adultos.  Todavia, para bebês e crianças, melhor não mexer em time que está ganhando.

No site da Deco Pro teste (Portugal), tem mais informações sobre o assunto:

“[…]bebés, crianças, grávidas e pessoas com problemas gástricos devem evitar legumes ricos em nitratos.

Devido ao seu baixo peso corporal, a dose diária aceitável  é rapidamente obtida na alimentação.

O risco de os nitritos atravessarem a placenta e danificarem o feto sugere que grávidas devem evitar o consumo de legumes que tendem a acumular mais nitratos.

Em pessoas com distúrbios gástricos, a conversão de nitratos em nitritos pode ser maior.”

Para maiores, a beterraba pode ser liberada com moderação, em receitas como sopas, cremes, bolo de beterraba, bolinhos de beterraba, muffins de beterraba, geleia de beterraba, conserva de beterraba…

Quer conseguir mais ferro dos alimentos?

Veja aqui:

Para combater a anemia

FONTES:

Concentração de hemoglobina em crianças do nascimento até um ano de vida (Cadernos de Saúde Pública_vol.20 nº1)

Ferro e ácido fólico (Instituto de Metabolismo e Nutrição (IMeN)

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO)

Suco de beterraba – Prof. Jocelem Mastrodi Salgado (USP/Piracicaba)

Interação entre vitamina A e ferro (Dept. Nutrição e Saúde – Universidade de Viçosa)

Beterraba no feijão preto reduz teores de ferro (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – 63ª Reunião)

 

ALIMENTAÇÃO E SAÚDE INFANTIL: 1º LUGAR EM SAÚDE  NO TOPBLOG 2010!!!

TOPBLOG 2011: CLIQUE AQUI E VOTE

Ajude o blog a continuar!! 

Anúncios

Read Full Post »