Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘DICAS DE ALIMENTAÇÃO INFANTIL’ Category

KEFIR é uma bebida produzida através da fermentação de grãos de micro-organismos vivos, assim como os iogurtes.

Diz a lenda que a tribo turca Karachay, habitante das montanhas entre a Europa Oriental e Ásia Oriental, foi agraciada pelo Criador com os grãos que deram origem a essa bebida quase mítica.

Com a dádiva, foram entregues algumas normas, como a doação dos grãos apenas ás pessoas honestas e de bom coração. Entre as tribos caucasianas do norte, vender Kefir era um pecado mortal.

Com isso, os segredos da origem dos grãos do Kefir se perderam no tempo, e sua disseminação pelo mundo iniciou-se apenas após 1867, data em que se registram suas primeiras aparições, distantes das tribos turcas.

Hoje, o Kefir é popular em vários países, onde é vendido em supermercados. No Brasil, contamos com a doação de grãos para a produção caseira da bebida.

PRODUÇÃO CASEIRA

Os grãos do Kefir multiplicam-se conforme são cultivados, e aumentam rapidamente.

Diferentemente do iogurte, fermentado apenas por lactobacilos, pode ser fermentado por cerca de 37 micro-organismos diferentes, incluindo as leveduras utilizadas na preparação de pães e cerveja.

Após o preparo da bebida, separa-se os grãos para novo cultivo (formação de mais Kefir), para ser consumido ao natural, ou misturado com frutas, mel e cereais, e também pode ser utilizado no preparo de receitas como substituto do leite ou iogurte.

O Kefir entra em estado de “hibernação” quando exposto á temperaturas abaixo de 10.° Por isso, pode ficar em hibernação, guardado em geladeira, caso deseje dar um tempo no cultivo ou consumo.


Saúde!

Segundo cientistas asiáticos e europeus o Kefir contém triptofano, cálcio, magnésio, fósforo, vitaminas B1, vitamina K, biotina e ainda garantem que possui vitamina B12 (devido ás suas origens remotas).

Argumenta-se que o ácido láctico presente no Kefir e demais bebidas fermentadas melhora o metabolismo geral, e o ácido carbônico diminui a irritação da mucosa estomacal, aliviando sintomas de colite, gastrite, rins e pulmões.

A bebida auxilia na saúde mental, colabora com a redução do peso, tratamento de diabetes e algumas alergias. Fortalece o sistema imunitário, normaliza a pressão arterial, regula o colesterol, é útil para pessoas com depressão e insônia, bronquite e aterosclerose. Pra terminar, também é desintoxicante.

Porém, pode ser contraindicado para pessoas com problemas hepáticos, devido á formação de etanol durante sua fermentação.

Segundo estudos europeus, descobriu-se que 1 litro de Kefir pode conter até 38 g de etanol  por litro após 7 a 10 dias de fermentação.

Para intolerantes á lactose, vegetarianos ou vegans o cultivo em água ou outra cultura fermentativa que não o leite de vaca é o mais adequado.

Fontes

Teor de etanol no kefir de água – Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA – NCBNI

História do Kefir – Wikipedia

A Mágica do iogurte da moda – Iliana Dimitrova

Veja mais: Kefir (Receita Iogurte de kefir de coco)

Alimentos fermentados – Muito além dos iogurtes

Kefir – alimento probiótico

Anúncios

Read Full Post »

Recomendada até pela OMS (Organização Mundial de Saúde), a água de coco é mais que uma bebida agradável ao paladar.

Fornece vitaminas essenciais ao organismo como vitamina C, riboflavina (antigamente mais conhecida como vitamina G, atual B2), tiamina (já atendeu por vitamina F, agora é B1), e vitamina B6.

Contém quantidades significativas de cálcio, magnésio, potássio e sódio, e ainda regula as funções intestinais.

Por sua composição química semelhante ao plasma sanguíneo, durante a Segunda Guerra Mundial foi utilizada em transfusões de sangue para salvar vidas em países subdesenvolvidos.

Ideal para períodos de convalescença, diarreia ou desidratação, ainda pode ser utilizada em receitas das mais diversas.


Suco de água de coco com abacaxi e hortelã

Bata o abacaxi com 2 folhas de hortelã e a água de coco, no liquidificador.

Coloque gelo

Prontinho!!

*
Salve, Vinicius !!

🙂

Read Full Post »


Dia de comer tudo o que gostam e desejam.

Até aí, tudo bem, é tempo de festa e muita alegria.

Como chutam o balde e exageram no consumo de certos ingredientes, o jeito é mamãe e papai ficarem á postos, tentando o caminho do meio.

Onze dicas para um natal sem problemas:

1) Evitem começar a festa antes do horário combinado.

Até lá, as refeições devem ser como sempre, fornecendo o que precisam para o dia a dia.

2) Se tem comemoração em família, com as guloseimas todas á postos, fique de olho caso passem no consumo do mesmo alimento (03 a 04)

3) Não deixe seu bebê próximo ás mesas, ou coma e beba com ele no colo. Deixe-o em segurança, e aproveite a festança!

Sabem como é, bebês adoram colocar tudo na boca… ofereça suas papinhas habituais ou o leite. Nada de açúcar, glacê e  muito menos refrigerantes ricos em benzeno, ou sucos industrializados impróprios para menos de 01 ano, 02, 03, 04…

4) Cuide com o consumo de alimentos crus (salada de frutas, glacê de bolo com ovos batidos…).

Algumas vezes, o problema pode estar no manuseio dos ingredientes quando as receitas são realizadas.

5) Cuide com o consumo de balas . Não tem como escapar? Opte pelos pirulitos, e fique de olho!

6) Excesso de guaraná, chocolate, açúcar, corantes, ou todos juntos, pode causar muita agitação, e depois irritação e fadiga.

Além do stress, em alguns causa dor de barriga, cocô mole e escuro, queda da imunidade, etc.

7) Não deixe que brinquem horas e horas sem comer ou beber algo, ainda mais pelo calor do verão.

8) Ofereça frutas frescas.

O melhor dessa época é que surgem as frutas que vemos todos os dias e não ligamos para elas: uvas variadas, pêssego, laranja lima, caju, melancia, melão…

9) Ofereça ÁGUA

10)  As castanhas , ricas em cálcio, e o amendoim, devem ser ingeridos com muita parcimônia. Para bebês, pouco ou nada, pois há o risco de intoxicação ou reação alérgica.

11)  Não dê, ou deixe que alguém ofereça, refrigerantes.

O guaraná tem mais cafeína que a coca-cola.

Refrigerantes com vitamina C transformam ácido benzóico em benzeno, extremamente prejudicial para a saúde humana.

 

Read Full Post »