Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘queijo vegan’ Category

foto: greenapplebaby

Esse delicioso queijo parmesão, de sabor picante e acentuado, substitui de maneira agradável o parmesão tradicional.

É fácil de fazer, e gostoso de comer!!

Receita I

02 xicaras de castanhas de caju hidratadas (8 – 12 horas)
02  colheres de sopa de levedo de cerveja
1 colher de chá de sal marinho

Bata as castanhas de caju hidratadas até virar creme.

Misture com o levedo de cerveja e o sal marinho.

Deixe fermentar por um ou dois dias, coberta com pano.

Deixe fermentar por cerca de 2 dias.

Coloque em uma assadeira e leve ao forno preaquecido.

Após desidratar, rale e guarde de maneira adequada.

Receita II

Ingredientes

4 xícaras de castanha de caju hidratadas por cerca de 8 a 12 horas
1 xícara de Rejuvelac (clique para ver a receita)
1 colher de sopa de levedura nutricional
1 colher de sopa de sal marinho

Despreze a água das castanhas após 4 horas de molho, e troque.

Ao iniciar a receita, misture com o rejuvelac e bata até virar um creme.

Adicione a levedura nutricional e o sal.

Transfira para uma tigela e cubra com gaze. Deixe fermentar por até 3 dias.

Após esse período, espalhe o queijo fermentado em assadeiras.

Leve ao forno para desidratar.

Depois de seco, rale o queijo e coloque-o em recipiente estéril e hermeticamente fechado.

Receitas de queijos e cream cheese sem leite de vaca, clique abaixo:

RECEITAS “QUEIJOS” VEGAN

Anúncios

Read Full Post »

KEFIR é uma bebida produzida através da fermentação de grãos de micro-organismos vivos, assim como os iogurtes.

Diz a lenda que a tribo turca Karachay, habitante das montanhas entre a Europa Oriental e Ásia Oriental, foi agraciada pelo Criador com os grãos que deram origem a essa bebida quase mítica.

Com a dádiva, foram entregues algumas normas, como a doação dos grãos apenas ás pessoas honestas e de bom coração. Entre as tribos caucasianas do norte, vender Kefir era um pecado mortal.

Com isso, os segredos da origem dos grãos do Kefir se perderam no tempo, e sua disseminação pelo mundo iniciou-se apenas após 1867, data em que se registram suas primeiras aparições, distantes das tribos turcas.

Hoje, o Kefir é popular em vários países, onde é vendido em supermercados. No Brasil, contamos com a doação de grãos para a produção caseira da bebida.

PRODUÇÃO CASEIRA

Os grãos do Kefir multiplicam-se conforme são cultivados, e aumentam rapidamente.

Diferentemente do iogurte, fermentado apenas por lactobacilos, pode ser fermentado por cerca de 37 micro-organismos diferentes, incluindo as leveduras utilizadas na preparação de pães e cerveja.

Após o preparo da bebida, separa-se os grãos para novo cultivo (formação de mais Kefir), para ser consumido ao natural, ou misturado com frutas, mel e cereais, e também pode ser utilizado no preparo de receitas como substituto do leite ou iogurte.

O Kefir entra em estado de “hibernação” quando exposto á temperaturas abaixo de 10.° Por isso, pode ficar em hibernação, guardado em geladeira, caso deseje dar um tempo no cultivo ou consumo.


Saúde!

Segundo cientistas asiáticos e europeus o Kefir contém triptofano, cálcio, magnésio, fósforo, vitaminas B1, vitamina K, biotina e ainda garantem que possui vitamina B12 (devido ás suas origens remotas).

Argumenta-se que o ácido láctico presente no Kefir e demais bebidas fermentadas melhora o metabolismo geral, e o ácido carbônico diminui a irritação da mucosa estomacal, aliviando sintomas de colite, gastrite, rins e pulmões.

A bebida auxilia na saúde mental, colabora com a redução do peso, tratamento de diabetes e algumas alergias. Fortalece o sistema imunitário, normaliza a pressão arterial, regula o colesterol, é útil para pessoas com depressão e insônia, bronquite e aterosclerose. Pra terminar, também é desintoxicante.

Porém, pode ser contraindicado para pessoas com problemas hepáticos, devido á formação de etanol durante sua fermentação.

Segundo estudos europeus, descobriu-se que 1 litro de Kefir pode conter até 38 g de etanol  por litro após 7 a 10 dias de fermentação.

Para intolerantes á lactose, vegetarianos ou vegans o cultivo em água ou outra cultura fermentativa que não o leite de vaca é o mais adequado.

Fontes

Teor de etanol no kefir de água – Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA – NCBNI

História do Kefir – Wikipedia

A Mágica do iogurte da moda – Iliana Dimitrova

Veja mais: Kefir (Receita Iogurte de kefir de coco)

Alimentos fermentados – Muito além dos iogurtes

Kefir – alimento probiótico

Read Full Post »

‘QUEIJO’ DE NOZES, CASTANHAS OU AMÊNDOAS

Deixe de molho em água filtrada, por uma noite, 2 xícaras de nozes ou caju, amêndoas, castanha do Pará, etc.

No dia seguinte lave e escorra bem.

Bata no liquidificador com um copo de água filtrada, até que vire uma pasta.

Coloque a pasta em um saco de pano. Aperte bem. Deixe escorrer e então leve á geladeira.

Se quiser mais firme, leve rapidamente a um desidratador ou forno pré-aquecido, com a porta entreaberta.

Para garantir a firmeza como dos queijos tradicionais, também é utilizado agar-agar.

fonte: Rawmazing

Cream cheese  de amêndoas

1 xícara de amêndoas inteiras
1 colher de sopa de suco de limão
3 colheres de sopa, mais 1 / 4 xícara de azeite extra virgem
1 colher de chá de alho picado
1 colher de chá de sal marinho
1 colher de sopa de folhas frescas de tomilho
1 colher de chá de folhas frescas de alecrim

Coloque as amêndoas em uma tigela e cubra com água fria.. Deixe de molho 24 horas.

Escorra a água e enxague as amêndoas em água corrente fria.

Processe  as amêndoas com o suco de limão, 3 colheres de sopa de azeite, alho, sal e 1/2 xícara de água fria, por 6 minutos, (deve ficar suave e cremosa)

Coe e coloque em um pano, torcendo bem para extrair a umidade.

Prenda com elástico e deixe descansar por 12 horas. Descarte o líquido.

fonte: Tropical Vegan

Queijo de amêndoas com alecrim

3 xícaras de Amêndoas germinadas

1 colher de chá de Alecrim Fresco
Limão
Azeite
Sal a gosto

Coloque as amêndoas de molho por 48 horas. Lave bem com água corrente, trocando a água 1 vez ao dia.

Descasque e retire a pele .

Pique o alecrim. Em um processador pequeno coloque as amêndoas, processe até formar um textura homogênea. Acresce o sal e gotinhas de limão processe para misturar. Retire do processador. Acrescente o Alecrim, misture com uma colher. Modele com as mão em forma de uma bola bem redondinha. Coloque num prato. Aperte as extremidades criando a forma de um queijinho mineiro tradicional.

Desenhe com fios finos de azeite e polvilhe com alecrim.

fonte: Culinaria Viva

Cream Cheese de Castanha de caju 

1 xícara de castanha de caju
1/4 de xícara de leite de amêndoas
2 colheres de tahini
2 colheres de sopa de levedo de cerveja
1/2 colher de sopa de cebola em pó
1/2 colher de sopa de sal
1/4 colher de sopa de alho em pó
1/4 colher de sopa de pimenta-branca em pó

Coloque todos os ingredientes em um processador de alimentos ou no liquidificador e bata até obter um creme homogêneo.

Conserve o queijo cremoso em um pote hermético na geladeira.

fonte: Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA)

Clique abaixo e conheça a receita de queijo parmesão sem leite de vaca:
RECEITA QUEIJO PARMESÃO VEGAN

 

Read Full Post »