Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘rotavirus’ Category

As diarreias agudas são as principais causas de infecções em crianças nos países subdesenvolvidos.

No Brasil, são responsáveis por 25% das internações hospitalares, com elevada taxa de mortalidade (Ribeiro, 2000).

Após o nascimento e exposição ao meio ambiente, o tipo de alimentação é o fator que mais influencia a colonização e o equilíbrio entre as bactérias benéficas e patogênicas do organismo humano

No primeiro dia de vida, as primeiras bactérias que colonizam os intestinos do recém-nascido são enterobactérias aeróbias e anaeróbias facultativas, Bifidobacterium, Lactobacillus, E. coli e Enterobacterium. 

Á medida que essas bactérias se proliferam, tornam o ambiente intestinal adequado ao crescimento de bactérias anaeróbias (bifidobactérias, bacterióides e clostrídium), e dessa forma se estabelece a “microflora normal”.

Durante o desmame do bebê, quando são introduzidos alimentos sólidos, as bactérias anaeróbias passam a predominar.

No final do primeiro ano de vida, o número de bifidobacterium se assemelha em ambos os tipos de aleitamento (LM ou LA), e entre os 2 a 3 anos a microflora intestinal se assemelha a dos adultos, em número e composição (Vanderhood & Young, 2004).

Recém-nascidos que nascem de parto cesáreo geralmente têm a colonização intestinal retardada, ampla exposição á flora ambiental, e dessa forma adquirem mais bactérias anaeróbias e bacterióides, diferente dos nascidos por parto normal (Vanderhoof & Young, 2004).

Essas diferenças podem persistir pelo menos durante os seis primeiros meses de vida (Salminen SJ, 2002).

A microflora intestinal pode se alterar por vários fatores como o tipo de nascimento, doenças agudas ou crônicas, ingestão de medicamentos (antibióticos), mudança alimentar (leite artificial), estresse, interação com as bactérias intestinais ou com os produtos metabolizados por elas.

Padrões alterados da microflora também podem ser observados em crianças com alteração peristáltica, câncer, doenças hepáticas, anemia perniciosa, imunodeficiências ou submetidas á radioterapia (Mitsuoka, 1997).

Probióticos em Pediatria:

Nutrição clínica

Veja mais:

Alimentos fermentados: muito além dos iogurtes

Faça iogurte sem leite, sem soja, com probióticos

Read Full Post »