Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘ÁGUA’ Category

damyhealthyOba! Sorvete vegan de casquinha!!

Ingredientes
1 taça de manteiga de caju
(que não se encontra na próxima esquina… 😉
Experimente processar a castanha de caju até formar uma pasta

1 1/2 copos de leite de coco
2 colheres de chá de baunilha (em favas)
1/3 copo de coco ralado
7 pacotes Stevia (ou 2 colheres de chá Agave + 3 Stevia)
Ingredientes para cobertura de chocolate:
1 copo óleo de coco virgem
1/2 copo de cacau em pó
8 pacotes Stevia em pó

Sugestão do blog
Utilize ALFARROBA, que vai precisar de menor quantidae de qualquer tipo de adoçante, ou nenhuma mesmo.

Modo de fazer

Misture todos os ingredientes e passe no processador, exceto o coco ralado.
Adicione o coco aos poucos, utilizando o modo pulsar.
Coloque nas formas de sorvete, ou em outro tipo de forminha ou vasilhame pequeno.
Deixe congelar durante a noite.
Agora, misture os ingredientes para a cobertura.
Usando uma espátula, cubra o sorvete com a cobertura, e reserve para que endureça.
Envolva em filme plástico para deixar no congelador.

Receita traduzida do blog:
DamyHealth

Alimentação e Saúde Infantil - Nutrição consciente desde a infância

Ultimamente, o astro rei não tem dado trégua, e mesmo á sombra todo cuidado é pouco.

Entre os cuidados básicos, roupas leves e chapéu, para todas as idades. E nada de meias para os pequeninos.  Já basta ter que suportar as fraldas!

No carro, coloque protetores nos vidros. Ao andar na rua, com os bebês e crianças, providencie uma sombrinha ou guarda-chuva.

Se tiver um guarda-sol para carrinho de bebê, melhor. Prefira sempre os de cores mais escuras.

Com a temperatura lááááá encima, o ideal é a HIDRATAÇÃOconstante.

Evite bebidas industrializadas, refrigerantes, garrafinhas, mamadeiras e chuquinhas de plástico, que com o calor tornam qualquer bebida insuportável.

Ao sair, providencie uma bolsa térmica, com muito gelo ou ice packs, e coloque lá o que for preciso, bem embalado e protegido.

Leve o copinho de transição para o passeio, ou mesmo copos descartáveis pequenos, se o seu bebê for acostumado…

Ver o post original 150 mais palavras

Read Full Post »

Read Full Post »

Recomendada até pela OMS (Organização Mundial de Saúde), a água de coco é mais que uma bebida agradável ao paladar.

Fornece vitaminas essenciais ao organismo como vitamina C, riboflavina (antigamente mais conhecida como vitamina G, atual B2), tiamina (já atendeu por vitamina F, agora é B1), e vitamina B6.

Contém quantidades significativas de cálcio, magnésio, potássio e sódio, e ainda regula as funções intestinais.

Por sua composição química semelhante ao plasma sanguíneo, durante a Segunda Guerra Mundial foi utilizada em transfusões de sangue para salvar vidas em países subdesenvolvidos.

Ideal para períodos de convalescença, diarreia ou desidratação, ainda pode ser utilizada em receitas das mais diversas.


Suco de água de coco com abacaxi e hortelã

Bata o abacaxi com 2 folhas de hortelã e a água de coco, no liquidificador.

Coloque gelo

Prontinho!!

*
Salve, Vinicius !!

🙂

Read Full Post »

AI QUE CALOR!!!

QUANTIDADE DE ÁGUA PARA BEBÊS E CRIANÇAS _ I

QUANTO DAR DE ÁGUA AO BEBÊ? E PARA CRIANÇAS MAIORES?

AI MEU DENTINHO!!!

BETERRABA TEM FERRO?

QUANDO A CRIANÇA ADOECE

ÁGUA NOS ALIMENTOS

NO COPINHO É BEM MELHOR!!

MAMADEIRAS DE PLÁSTICO SÃO PROIBIDAS NA EUROPA

O INÍCIO DAS PAPINHAS DO BEBÊ

COMO ORDENHAR E ARMAZENAR O LEITE MATERNO

FARINHAS NAS PAPINHAS

CAFÉ PARA AS CRIANÇAS? Talvez não seja uma boa ideia…

PRIMEIRAS PAPINHAS

RECEITAS PARA “LEITES” VEGETAIS

Read Full Post »

Ultimamente, o astro rei não tem dado trégua, e mesmo á sombra todo cuidado é pouco.

Entre os cuidados básicos, roupas leves e chapéu, para todas as idades. E nada de meias para os pequeninos.  Já basta ter que suportar as fraldas!

No carro, coloque protetores nos vidros. Ao andar na rua, com os bebês e crianças, providencie uma sombrinha ou guarda-chuva.

Se tiver um guarda-sol para carrinho de bebê, melhor. Prefira sempre os de cores mais escuras.

Com a temperatura lááááá encima, o ideal é a HIDRATAÇÃO constante.

Evite bebidas industrializadas, refrigerantes, garrafinhas, mamadeiras e chuquinhas de plástico, que com o calor tornam qualquer bebida insuportável.

Ao sair, providencie uma bolsa térmica, com muito gelo ou ice packs, e coloque lá o que for preciso, bem embalado e protegido.

Leve o copinho de transição para o passeio, ou mesmo copos descartáveis pequenos, se o seu bebê for acostumado com ele.

Fuja de bebedouros públicos, e dos famigerados galões de plástico azul. Alguns posam cobertos com capas até bonitinhas, mas pense em como ele foi parar ali. Geralmente, os cuidados de higiene de quem manuseia o utensílio são um tanto duvidosos.

Água tem em todo o lugar, portanto, fora de casa, opte mesmo pelas garrafinhas de água mineral, de fontes confiáveis.

Em casa, o apetite exige receitas leves e nutritivas. Tenha sempre uma salada para acompanhar o almoço, e muitas frutas para o decorrer do dia.

Veja algumas RECEITAS PARA O VERÃO

E capriche nas SALADAS, utilizando flores comestíveis, frutas frescas e um pouco de oleaginosas, cevadinha, trigo, grão de bico ou lentilhas.

Mais:

Receitas refrescantes para dias muito quentes!
Ai que calor! (II) – Receita sorvete de casquinha vegan

Quantidade de água para bebês e crianças I

Quantidade de água para beb~es e crianças II

Água nos alimentos

Chega de mamadeira! No copinho é bem melhor!

Mamadeiras de plástico são proibidas na Europa

Read Full Post »

A União Europeia vai proibir o uso de compostos orgânicos Bisfenol A (BPA) em mamadeiras de plástico, á partir de 2011.

“Existem áreas de incerteza, decorrentes de novos estudos, que mostraram que o BPA pode ter um efeito sobre o desenvolvimento, a resposta imune e na promoção de tumores,” alerta John Dalli, Comissário responsável pela Saúde e Defesa do Consumidor da UE.

Presente no policarbonato, um tipo de plástico rígido e transparente, e também na resina que reveste latas de alimentos, o BPA (Bisfenol A), simula no organismo a ação do hormônio estrogênio, podendo causar desequilíbrio no sistema endócrino.

Especialistas concordam, porém, que a gestação e os primeiros dois anos de vida são os períodos de maior vulnerabilidade, pois os bebês estão em rápido desenvolvimento, têm pouca massa e maior dificuldade para metabolizar agentes tóxicos.

Um estudo do FDA (Food and Drug Administration) de 2010 levantou preocupações quanto à exposição de fetos, bebês e crianças pequenas ao composto.

Em setembro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) promoveu um encontro com especialistas para avaliar as evidências científicas, e a conclusão é que os alimentos são, de fato, a principal fonte de exposição ao BPA.

Produtos como brinquedos, resina dentária e papel de nota fiscal teriam importância menor.

“O problema é que estamos expostos a uma contaminação contínua e há uma ação combinada do bisfenol com outros desreguladores endócrinos presentes no cotidiano, como agrotóxicos e até o fitoestrógeno da soja.

Não se sabe até que ponto um pode potencializar o outro”, afirma a médica Ieda Verreschi, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Estado de São Paulo.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) permite até 0,6 miligramas de bisfenol-A por Kg do composto usado na fabricação de cada produto.

Segundo Ieda, há indícios de que os desreguladores endócrinos são perigosos mesmo em concentrações inferiores ao limite permitido pela legislação.

“Nesse caso, vale o princípio da precaução. Devemos considerar o bisfenol como potencialmente perigoso até provar o contrário.”

A susbtância já é proibida no Canadá, na Dinamarca e Costa Rica, bem como em alguns Estados americanos.

Suspeita-se, desde a década de 1930, de que seja prejudicial à saúde. Em 2008, após vários artigos do governo dos EUA questionarem sua segurança, e alguns comerciantes retiraram das prateleiras produtos com BPA.

Um projeto de lei determinando restrições ao uso do BPA foi aprovado recentemente na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado brasileiro.

Agora deve ser avaliado na Comissão de Assuntos Sociais e então seguir para a Câmara dos Deputados, onde será votada em caráter terminativo.

Mesmo assim, ainda há o risco de ser votado sem conhecimento de causa, e tudo acabar na mesma.

Previna-se com:

Amamentação exclusiva

Evite esquentar alimentos dentro de recipientes plásticos (mamadeira, copinho, vasilhames, etc).

Resfrie o leite antes de colocar na mamadeira com BPA.

Não utilize forminhas de gelo ou potes de plástico, para congelar papinhas ou outros alimentos.

Não coloque garrafas ou jarras plásticas na geladeira.

Opções ao BPA:

Mamadeira de vidro

Mamadeira de polipropileno

Produtos que possuam no rótulo: “BPA Free” ou “livre de BPA”.

Para o lanche da escola, mande os sucos em garrafinhas de aço inox que conservam o sabor e deixam na temperatura adequada.

Últimas notícias, clique abaixo:

 

Finalmente, o BPA (Bisfenol A) está fora!!!!

Fontes:

Reuters

Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia de São Paulo

Jornal O Estado de S.Paulo

O tao do consumo

Read Full Post »

A natureza é bem democrática  Para ela, não tem bonito, nem feio, pobre ou rico.

E quando decide manifestar  toda sua fúria, faz acontecer sem hora marcada, em qualquer local do mundo, de todas as formas possíveis e inimagináveis, e com qualquer pessoa.

Em situações de emergência, bebês e crianças pequenas são especialmente vulneráveis à desnutrição, doenças e morte.

A mortalidade infantil durante essas situações ultrapassam em muito as taxas de períodos normais, variando de 12 a 53%.

Leia sobre amamentação nas emergências, e aproveite para baixar uma cartilha com orientações para esses momentos.

E saiba ainda os motivos pelos quais as doações de latas de leite em pó e farinhas industrializadas aos necessitados podem ser perigosas para as vidas dessas crianças.

Alimentação de lactentes e crianças pequenas em situaçãoes de emergência – Ibfan/Brasil

Read Full Post »

Older Posts »