Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Pão para o bebê’ Category

PÃO DE FORMA 

(sem leite, sem ovos)

 Após 1 ano de idade, o bebê apresenta maior habilidade para comer o mesmo que mamãe e papai.

Ao acordar, pela manhã, deixe de lado os produtos artificiais, ofereça o leite no copinho, e experimente um pão leve e caseiro, para completar o café da manhã.

naohahasobentoIngredientes

Farinha de trigo q.b.
1 1/2 xícara de água morna
1 cs de sal
50g de fermento biológico fresco
1/2 xícara de óleo

Preaqueça o forno.

Misture bem o fermento com o sal, o óleo e a água.
Acrescente a farinha de trigo até notar que deu a “liga”.
Sove por alguns minutos.

Deixe a massa descansando por cerca de 30 minutos. Depois, divida em 3 partes.

Abra cada parte com um rolo, em seguinda, enrole e coloque em forma de pão untada.
Deixe descansando em local quente.
Cubra com pano, e aguarde dobrar de tamanho.

Asse em forno médio.

Observações finais

 Siga sempre as recomendações mundiais para introdução de alimentos complementares, ao seu bebê de seis meses, conforme O INICIO DAS PAPINHAS DO BEBÊ.

   Através do método conhecido como BLW*, todo bebê pode desenvolver suas habilidades para comer com autonomia, assim que iniciam a alimentação complementar. Entretanto, a maioria se alimenta de forma convencional.

  O reflexo da mastigação necessita de supervisão constante de adultos, para a deglutição correta dos alimentos, sem riscos de engasgos. Jamais deixe um bebê pequeno comer pedacinhos sem a presença de um adulto.

  Ao levar o alimento á boca, a salivação é estimulada, e o reflexo faz com que os músculos realizem a deglutição, engolindo o alimento.

   k1518110O exercicio da mastigação é essencial para os músculos faciais.

 Alimentos mal triturados serão mal digeridos por todo o sistema digestório. A mastigação é essencial para o aproveitamento nutricional dos alimentos.

   Por isso, apenas morder e engolir não são o suficiente para garantir que o bebê já come pedaços adequadamente.

  Devem receber alimentos amassados ou raspados, macios ou bem cozidos, com consistência progredindo para a mais sólida, gradativamente, considerando sua fisiologia e aspectos emocionais e psicológicos.

Dicas

   O miolo do pão pode “grudar” no céu da boca do bebê. Por isso, comece com papinha de miolo de pão, com o leite de costume (materno ou artificial). Pique bem o miolo antes de umedecer. Ofereça como opção do lanche da tarde, após os sete para oito meses.

O pão pode ser dado como “lição de casa”, aos menorzinhos, para que mordam e cocem as gengivas 🙂  Dê o pão em suas mãos, para roer, salivar, umedecer de baba e então, assim,  romper alguns pequenos pedaços. Tenha sempre muita atenção.

Se notar que o bebê consegue morder pedacinhos, não deixe, pois pode engolir, e é realmente perigoso.

Não ofereça grãos inteiros, mesmo que pareça que “mastigam”.  Não dê grãos com casca. Cozinhe muito, faça o arroz papa (1 de arroz x 3 de água), por exemplo, amassando o suficiente para que desça sem causar riscos.

Por fim, o segredo é a moderação.

Sobre o BLW* (Baby Led Weaning – algo como “autonomia do bebê para comer sózinho 😉 ) veja aqui:
http://www.babyledweaning.com

Esse é um movimento recente, que consiste em deixar que os bebês segurem seus alimentos com as próprias mãos, e sigam seus instintos.

Read Full Post »